R4 News - 30/05/2021

Veja como se comportou o mercado em Maio e a agenda econômica para a primeira semana de Junho.


Rafael Franco

Rafael Franco

31 de maio, 2021

Fale comigo

Finalmente Superamos a Máxima do Ibovespa!!!

Após o término das publicações dos balanços corporativos referente ao 1T21, os receios de um crescimento abaixo do esperado para esse ano ao que tudo, estímulos sendo retirados, e temores de um risco inflacionário mundial acabaram se esfriando na última semana, e finalmente o IBOV conseguiu superar sua máxima histórica conquistada no início de janeiro mesmo com volume abaixo da média diária.

Mesmo com a CPI da COVID-19 instaurada em Brasília, nosso ministro Paulo Guedes tem se esforçado junto aos líderes da Câmara e do Senado para que dê sequencia nas reformas administrativas e tributárias, bem como já havia sido dado o início de privatizações importantes como a Eletrobrás indo para aprovação no Senado Federal, uma vez já aprovado na Câmara.

Mesmo em ritmo lento, mas em evolução, a vacinação no país tem caminhado, e isso tende a reforçar uma reabertura mais consolidada das economias nos grandes centros, fazendo com que o ritmo de trabalho, voltem a melhorar também. Essa esperança foi transmitida nos mercados de ações em setores como shoppings, setor aéreo com as empresas ainda se recuperando do choque da pandemia nos últimos 12 meses, com um mês de maio de retornos expressivos.

O ritmo contagiante das commodities no mercado internacional, também promoveu ainda mais otimismo, menor aversão ao risco por parte dos investidores buscando melhores retornos e impulsionaram o barril do Petróleo Brent para acima de USD 70,00 e isso foi traduzido aqui no Ibovespa nas ações da Petrobrás que acompanharam o movimento de alta da comodities.

A China tem tentado conter o ritmo das comodities metálicas como o minério de ferro, entendendo que o movimento além de uma demanda forte, também tem sido provocado por movimentos especulativos e que estão dispostos a sanções e intervenções no mercado para conter esse tipo de abuso no preço do metal.

Isso também influenciou o a queda do dólar, com uma valorização do real de quase 3%, fechando a semana em R$ 5.2123 por dólar.

Já nos EUA, o FED tem se mantido atento ao risco de inflação, porém comentários de que esse risco inflacionário vem sendo substituído por "picos de inflação", e isso reforçaria a tese de além da continuidade de juros baixos por um período ainda distante, mas principalmente pela continuidade ou redução na pior hipótese dos estímulos monetários na ordem de US 120 bilhões de dólares em recompra de títulos continue por parte do Federal Reserve. Números como empregos e PIB vieram ligeiramente abaixo das expectativas do mercado contribuíram para dar alívio ao mercado.

Perspectiva para Início de Junho.

A próxima semana, inicia-se com feriado nos EUA, sendo comemorado o Memorial Day, e isso certamente influenciará o volume de negócios por aqui no último dia de maio.

Semana essa que o mundo se volta aos números de PMI (Purchasing Manager's Index) que e é um indicador que mede a atividade econômica de um país, sendo divulgados já no domingo na China, e no decorrer da semana, nas principais economias da Zona do EURO, além dos EUA.

Também as atenções na divulgação do Livro Bedge nos Estados Unidos, que irá apresentar dados importantes da evolução da primeira economia mundial, acompanhado pelo Pay-Roll que mede o ritmo do mercado de trabalho por lá.

No lado das comodities temos a reunião da OPEP, que irá se manifestar quanto a corte ou aumento na produção do petróleo, e tende a influenciar no preço do barril no mercado internacional.

Aqui no Brasil, o destaque é para a divulgação do PIB brasileiro no 1T21, na quarta-feira, desafiando os investidores a especular se o país está ou não se recuperando do choque da pandemia na economia doméstica.

Uma semana de importantes indicadores econômicos, que pode dar um sinal mais claro da recuperação econômica global, e isso certamente irá mexer com o mercado de ações mundo afora.

Bons negócios!

Leia Também:

Notícias

R4 News - 19/07/2021

Veja como se comportou o mercado na semana anterior e a agenda econômica para este mês.

19 de julho, 2021

Notícias

R4 News - 05/07/2021

Veja como se comportou o mercado na semana anterior e a agenda econômica para este mês.

05 de julho, 2021

Notícias

R4 News - 28/06/2021

Veja como se comportou o mercado na semana anterior e a agenda econômica para esta semana.

28 de junho, 2021

Notícias

R4 News - 21/06/2021

Veja como se comportou o mercado na semana anterior e a agenda econômica para esta semana.

21 de junho, 2021

Whatspp